Seguindo a moda, assim como a Nintendo (NES e SNES Classic), SNK (NeoGeo Mini) e SEGA (Mega Drive Mini), a Sony Computer Entertainment anuncia a versão em miniatura de seu primeiro console.

O mini console será 45% menor do que sua versão original, virá com dois controles (aparentemente não será a versão com direcionais analógicos), um cabo HDMI para conectar ao televisor e 20 jogos na memória, incluindo Final Fantasy VII, Jumping Flash, Ridge Racer Type 4, Tekken 3 e Wild Arms. O cabo de energia/USB será vendido separadamente.

Será lançado em 3 de Dezembro de 2018, exatamente 24 anos após o lançamento do PlayStation Original, por 99 Dólares / Euros.

Não quero ser o chato do “por menos do que isso, eu monto um Raspberry Pi muito melhor e com muitos jogos e consoles a mais” (o que é uma verdade, diga-se), pois entendo a questão do colecionador querer algo oficial e, teoricamente, bem feito.

O problema é quando as empresas parecem não se esforçar para fazer algo minimamente decente, ou com algum diferencial realmente bacana, por um preço tão alto.

Cem dólares por um console com alguns jogos na memória, sem possibilidade de expansão por SD / USB ou download (oficialmente, pelo menos), sem a possibilidade de utilizar jogos originais, sem um jogo especial para o console (com exceção do SNES Classic que contou com o nunca lançado Star Fox 2), e ainda precisando comprar o cabo de energia a parte?

Ou, no nosso caso, provavelmente mil reais, quase o preço de um videogame da geração atual.

O pior é que colecionador gosta de rasgar dinheiro mesmo, e esses consoles sempre esgotam.

…e a real é que se eu tivesse dinheiro, compraria também.

Fonte: PlayStation Blog

Macaiba
Marveco safado, gamer saudosista, guitarrista frustrado, basqueteiro for fun, trabalhador nas horas vagas. Sou como um super-herói sem poder e sem motivação.